TRADUTOR

Seguidores

quarta-feira, 14 de junho de 2017

MENSAGEM DE EXU MAIORAL






Meu nome te assusta, meu comportamento te ameaça. Deverias lembrar que venho dentre tantos outros companheiros de quem você se agrada.

Sinto dizer que sou resultado das egrégoras criadas na Terra através dos pensamentos mais vis e profanos.

Quem não existia passou a ter energia em milhares e milhares de anos alimentada se tornou uma potência negativa.

E Deus na sua divina sabedoria e misericórdia nos colocou nessas frentes de batalha, somos conhecidos pelos nomes que criaram as energias negativas: Belzebu, Maioral, Lucifer e alguns outros ... Nós somos o outro lado da balança.

O problema é que não só nós, mas todo EXU é reflexo de vocês, e não aquele reflexo bonito e pintado que você vê no espelho. Somos o reflexo verdadeiro. Um sábio uma vez me disse que somos o retrato de Dorian Grey.
E esse reflexo nem sempre é bom de se ver...

Não te julgo, criança. Sua crendice não vai mudar o que eu sou.
E eu sou aquele que esteve ao seu lado em cada lágrima, em cada tombo e em cada traição. Pra me vingar por você ? NÃO , para não permitir que a maldade manchasse a beleza da tua fé.

Continuo aqui e em todo lugar, por eles e por você.



Exu Maioral
psicografado por Eveline Luconi Popi


Mensagem passada para seu médium, que aqui postamos por que a mesma ideia disforme que este médium tem muitos outros médiuns também cultivam.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

SEMENTES DO MESMO FRUTO




 Assisto nascer na Terra,
dois novos plantios,
sementes de um mesmo fruto,
fruto de árvore frondosa.


Plantios aparentemente paralelos,
caminhando lado a lado,
mas que inevitavelmente se cruzam,
tornando-se um ao mesmo tempo que dois são.


Pois é muito forte o elo,
não existindo mais fraco ou mais forte,
ambos pela mesma espiritualidade são amparados,
ambos se completando.


A experiência de um o início do outro ampara,
hierarquia sempre sendo respeitada,
os guerreiros da Luz empunhando suas armas,
tendo como escudo a Fé e como arma o Amor.


Serão juntos o exemplo para muitos,
que vivem se digladiando,
quem é o mais forte querem provar,
para satisfação de suas vaidades.


Mas só tem realmente força,
aquele que não a procura,
aquele que consigo carrega,
dentro de si a Lei Divina.


Por isto aprendeu,
que por mais que saiba,
nada realmente sabe,
perto da imensidão dos mistérios Divinos.


Entende com humildade,
que muito tem que aprender,
então medita quando algo lhe é diferente,
de mente aberta para a evolução.


Deus, Zambi, Olorum, os abençoe,
sigam em frente no amor do Mestre Jesus,
na paz de Oxalá.


Ditado por Áspargos
psicografado por Luconi
em 06-06-2017

domingo, 4 de junho de 2017

MISSÃO DOS MESTRES DA LUZ PARA COM OS MÉDIUNS







Irmãos, meditemos nas palavras de São Francisco.

Esse é o trabalho dos mestres da luz.

Cada entidade ( como assim vós chamastes os mestres de aruanda) tem a missão de levar a paz do Divino até as almas que estão presas as mazelas terrestres, sejam elas encarnadas ou desencarnadas.
E na umbanda o trabalho é feito através dos médiuns , cambones e ogãs.

As palavras e ensinamentos dos mestres devem morar em seus corações e para seguir o caminho da vida deve se meditar nas lições aprendidas.

Quando o médium diz: “Ah isso só os guias conseguem fazer ( seja compreender ou perdoar). O médium está se omitindo da lição, se definindo incapaz de evoluir e declarando estar conformado em manter os velhos hábitos que o trouxeram a Terra. 

Esse comportamento dificulta o trabalho do mestre, que embora venha através do médium praticar a caridade para aqueles que sofrem, a maior missão do mestre é você. Você que incorpora nele e se acopla as suas energias.
E cada consulente que ali se apresenta, mesmo aquele mais perdido que vocês acham que não tem jeito, até esse consulente mesmo sem saber, pratica a caridade com você. Por que através do que ele vivencia teu mestre te ensina uma lição.

Acabada a reunião cada médium cuida com carinho dos objetos inanimados que pertencem aos guias mas se esquecem de guardar com o mesmo zelo suas palavras, seus ensinamentos. A verdadeira riqueza da Umbanda é poder abraçar, ouvir e ser amigo de um mestre da luz.

Quando ouvirdes os ensinamentos e cuidarem deles como cuidam das coisas serão umbanda todos os momentos e diante de todos.
A matéria traz em si suas dificuldades, ora pois, o que faz o aprendiz diante de seu mestre quando não consegue seguir o ensinamento ?  

Admite! Mestre eu não consigo, cuida de mim, me ensina de novo, segura a minha mão.
Ah que alegria para o mestre ter a chance de carregar seu pequeno no colo!
Meu ensinamento de hoje é que anotem, relembrem, meditem sobre cada palavra que os mestres deixarem pra vocês.
Para que não só nas reuniões mas em todos os dias de vossas vidas sejam instrumentos da paz.
Quanto mais seu coração se abre para seu mestre, mais amor e caridade habitam nele.

É um caminho florido, se enganam aqueles que acham que a mediunidade é árdua.
Ela só é difícil para aqueles que não abrem seu coração, para aqueles que não enxergam que precisam crescer. Esses sofrem, sofrem porque é mais difícil lapidar uma rocha do que moldar o barro.
A escolha é de vocês !


Pelo espírito João de Albuquerque
psicografado por Eveline Luconi Popi
em maio de 2017

segunda-feira, 24 de abril de 2017

SOU OGUM






Sou Ogum, sou guerreiro, sou da Lei, a Lei pertenço, a Lei assimilei e a Lei absorvi e a Lei eu irradio e a cumpro e também a faço ser cumprida.


Dizem que sou de ferro, ferro é o mineral que muito ajuda os meus trabalhos, mas a essência maior absorvida é a eólica, pois a essência pura eólica só o Trono Divino da Fé a tem, só Ogum e Iansã a possui.


Claro que a Lei abrange todas as dimensões como também os Tronos, e então surgem as variações de Ogum e Iansã, que são muitas e faz com que os encarnados tenham muitas dúvidas todos querendo estar certos.



Mas não nos paralisamos por causa das dúvidas dos espíritos encarnados, nós oguns do nível orixás intermediários, somos espíritos que fomos encarnados  na Terra, somos espíritos humanizados, e atuamos sob as ordens do Ogum a quem fomos ligados quando assentados.



Atuamos na dimensão humana, somos rígidos, parecendo até que somos frios, sem emoção, mas na verdade, não agimos contra especificamente um espírito, agimos sim a favor da Lei e portanto a favor de qualquer espírito encarnado ou não.



Se aplicamos a Lei para o espírito que a infringiu, não estamos sendo maus, frios, de forma nenhuma, estamos atuando para o bem daquele espírito, para que possa refletir sobre seus atos, arrepender-se e ser redirecionado ao seu caminho natural de evolução.



Evoluir é sempre a meta, é necessidade do espírito, é a única chance de ascender a esferas superiores, todos os Oguns de todos os níveis agem dessa forma e muita alegria sentimos quando um espírito arrepende-se e começa a trabalhar para sua evolução, acertando seus débitos, reparando o mal que fez a seus irmãos.



Este é o trabalho de Ogum, este é o trabalho daquele que serve a Lei, este é  o trabalho daquele que venceu seus conflitos, voltou-se para o Pai Maior e permitiu que o Amor Divino o envolvesse, passando a amar toda humanidade, por isso trabalha em prol desta humanidade.


Este é o trabalho do Ogum intermediário, aquele que lida com a esfera humana,  aquele que encarnou, errou, reencarnou até que um dia caiu em si e desejou realmente se libertar e evoluir, então como a essência de nossa origem é a eólica, quando chegamos a ponto de merecer, fomos religados a Ogum, que nos assentou em um trono intermediário. Trabalhar na dimensão que um dia caímos, a dimensão humana.



Agradecemos muito a oportunidade e a melhor forma de agradecer é trabalhar, seguindo a lei primeira de todo ser, encantado, natural ou espírito , a lei da evolução.


Salve a todos, no amor de Zambi, na paz de Oxalá, na força de Ogum.



Ditado por um Ogum de Ronda
psicografado por Luconi
                  em 23-04-2017